skip to Main Content
(44) 3029-5309 der@dernegocios.com.br (44) 99923-4544          

Valuation: descubra a importância da avaliação de ativos para a sua empresa

Valuation: Descubra A Importância Da Avaliação De Ativos Para A Sua Empresa

No passado, o valor de uma empresa estava muito relacionado ao valor de seus ativos tangíveis (equipamentos, máquinas, veículos, estoque, etc). Atualmente, de acordo com estudo da consultoria norte-americana Ocean Tomo, o valor das 500 maiores empresas do mundo é constituído, em média, por 80% de intangíveis e 20% de ativos tangíveis. Contudo, a maioria dos balanços patrimoniais não reflete o patrimônio intangível  das empresas. Mas o valuation apura o valor da empresa considerando todo o seu universo de ativos, ou seja, os tangíveis e os intangíveis. Se você tem interesse em entender melhor sobre a avaliação de ativos, confira nosso artigo! Além de conceituar cada tipo de ativos, nele trataremos sobre a importância desse tipo de avaliação, as metodologias utilizadas para apurar o valor dos ativos e também a aplicabilidade dessa informação para a empresa e para o mercado. Boa leitura !

Saiba o que diferencia os ativos tangíveis dos intangíveis 

Ativos tangíveis são bens concretos da empresa que demonstram seu patrimônio, como:

  • Imóveis;
  • Máquinas e equipamentos;
  • Estoques;
  • Ações e capital financeiro;
  • Recursos naturais e matéria-prima;
  • Trabalho em andamento, etc.

Já os ativos intangíveis compõem a propriedade imaterial das empresas. Mesmo quando estão associados a alguma substância física perceptível, sua parte mais relevante não é essa. No caso de uma licença ou patente, por exemplo, seu valor econômico não reside no documento comprobatório da mesma, mas no seu significado, daí porque esse continua sendo um bem intangível. Listamos abaixo exemplos desse tipo de ativos:

  • Carteira de Clientes;
  • Direitos Autorais;
  • Direitos sobre hipoteca;
  • Direitos de comercialização;
  • Franquias;
  •  Know-How;
  • Licenças;
  • Marcas;
  • Patentes;
  • Quotas de importação;
  •  Recursos Humanos;
  • Softwares;
  •  Tecnologia, etc.

De acordo com a norma contábil CPC 04, que trata sobre Ativo Intangível, esse apresenta três características marcantes, a saber: é identificável, é controlável e pode oferecer benefícios econômicos-financeiros futuros.

É identificável porque tem autonomia em relação à empresa e poderia ser  vendido, transferido, licenciado, alugado ou trocado como um bem à parte. E, além disso, resulta de direitos contratuais ou legais, que podem ou não ser separáveis da empresa.

É controlável porque sua utilização requer prévia autorização da empresa detentora. Em outras palavras, a empresa controla o ativo e os benefícios econômicos que pode gerar.

Com relação aos benefícios econômico-financeiros futuros, esses incluem receita de venda, redução de custos ou outros benefícios que advenham do uso do ativo intangível pela empresa.

Por que os ativos devem ser avaliados ?

É muito importante conhecer o valor dos ativos de uma organização para ter exata noção de suas potencialidades e fragilidades. 

Conhecer o valor dos seus ativos tangíveis representa, para a empresa, saber exatamente qual o valor de seu patrimônio.  

Já os intangíveis afetam diretamente sua imagem no mercado, ao agregar valor a seus produtos e serviços. Para exemplificar, basta evocarmos a imagem da Apple. O que a torna uma das empresas mais valiosas do mundo são seus ativos intangíveis, ou seja, sua capacidade intelectual de inovação e demais atributos de sua marca. Tanto que essa empresa é um dos exemplos do livro “Capitalismo sem capital: a ascensão da economia intangível”, de Jonathan Haskel. O resultado oposto também ajuda a elucidar, como se verifica no caso da Vale, que perdeu mais de R$ 70 bilhões em valor de mercado depois da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. O impacto dos intangíveis na reputação das empresas é tão intenso e rápido que pode causar variações abruptas e substanciais na condição delas no mercado.

Sendo assim, é fundamental conhecer o valor desse universo de ativos para tomar decisões estratégicas com segurança para o negócio. De fato, a avaliação dos ativos pode fomentar nova visão estratégica para o negócio, como aconteceu com proprietário da Ingaflex, Douglas Scomparin. Você pode ler mais sobre a história dele clicando aqui.

Conheça as aplicações da avaliação de ativos

Os laudos técnicos de avaliação de ativos ajudam a materializar e documentar o valor desses bens, o que pode ser útil em inúmeras situações, como:

  •  Composição de balanços patrimoniais (para tangíveis);
  • Reavaliação de ativos imobilizados (para tangíveis);
  • Submissão do bem a leilões, seguros, garantias ou penhoras (para tangíveis);  
  • Dar equidade a processos de compra e venda de empresa (fusões e aquisições ou M&A);
  • Garantir equidade em caso de entrada de novos sócios ou de dissolução societária;
  • Avaliar a pertinência de buscar novos investimentos por meio de investidores ou financiamentos;
  • Obter/oferecer garantias fiduciárias, principalmente para empresas prestadoras de serviços que não têm lastro em bens de capital (principalmente intangíveis);
  • Organizar a abertura da empresa para franquias (principalmente os intangíveis);
  • Realizar abertura de capital em bolsa de valores (principalmente os intangíveis);

A avaliação de ativos também é necessária para a realização do PPA (Purchase Price Allocation) ou Alocação do Preço de Compra, na tradução livre para o português.  O PPA é a apuração do valor dos ativos e passivos adquiridos, tanto tangíveis como intangíveis. Quando se realiza uma operação de compra, venda, fusão ou incorporação de empresas, a empresa que adquiriu tem o direito de incorporar em seu balanço patrimonial todo os ativos do negócio adquirido, inclusive, os intangíveis que, com exceção desses casos, não podem entrar naquele balanço. E essa contabilização pode, inclusive, trazer benefícios fiscais à empresa compradora.

Mas, como saber o valor dos ativos de sua empresa ?

Os métodos de valuation aferem o valor total das empresas principalmente com base em sua capacidade geradora de caixa no futuro. Ao levantar dados para apurar quanto uma empresa pode produzir no futuro, naturalmente são considerados tanto ativos tangíveis quanto intangíveis. Afinal, ambos estão envolvidos na geração de caixa,logo, são contemplados na faixa de valor mensurado para as empresas.

Mas, depois de apurar o valor total da empresa, é possível avaliar separadamente os bens tangíveis. E, ao subtrair o valor deles do total, chegar também o valor dos intangíveis.

Além disso, assim como é possível avaliar especificamente um ativo tangível, como máquinas e equipamentos, por exemplo, os métodos de valuation oferecem caminhos para apuração do valor de cada ativo intangível especificamente. É possível, por exemplo, avaliar a marca e a carteira de clientes.

O método para avaliação de ativos normalmente é o Fluxo de Caixa Descontado, o mesmo que se utiliza para a a avaliação de empresas de forma geral. Mas esse pode ser  associado a outros que atendem a especificidade de cada ativo em avaliação.

De forma geral, é mais fácil apurar os ativos tangíveis da empresa e, além disso, pequenas alterações de análise deles não geram grandes alterações de valor. O mesmo não acontece com os intangíveis, que requerem bem mais do avaliador, tanto do ponto de vista de uso dos métodos de valuation, quanto em termos de exatidão. Qualquer pequena falha, pode gerar erros gritantes quanto ao valor desse tipo de bem.

Na sequência, apresentamos alguns exemplos desse tipo de avaliação individualizada de ativos tangíveis e intangíveis.

Saiba mais sobre a avaliação de ativos tangíveis

De todo o universo de ativos tangíveis das empresas, as máquinas e equipamentos são os que demandam mais critérios e métodos mais específicos de avaliação. Por isso, são os ativos tangíveis mais comumente avaliados. 

Valor de máquinas e equipamentos:

Máquinas e equipamentos podem ser avaliados de duas formas. A primeira considera o valor de venda de bens semelhantes, já usados, no mercado. A segunda forma baseia-se no valor de um ativo semelhante em estado novo e depois realiza cálculos de equivalência para deduzir a depreciação e chegar ao valor do bem apurado. Em ambos os casos, o avaliador segue normas técnicas que pré-determinam todos os itens que precisam ser apresentados no Laudo de Avaliação do bem para que tenha validade.

Saber o valor de máquinas e equipamentos tem aplicações diversas como:

E como se avaliam os intangíveis ?

Não exite um sistema padronizado de avaliação de ativos intangíveis. Isso porque, para cada avaliação, são adotados procedimentos únicos, que precisam considerar o contexto de uso do ativo, como suas características invisíveis dentro de um projeto, por exemplo. Mesmo assim, a avaliação dos intangíveis está baseada em três grandes princípios, que são: o Income Approach; o Market Approach; e o Cost Approach.

  • Income Approach: Parte do pressuposto que a empresa vai continuar em operação perenemente e, portanto, vai gerar fluxos de caixa futuros que assegurarão sua perpetuidade. Nesse caso, o valor da empresa e de todo os seus ativos  intangíveis é o valor presente dos fluxos de caixa futuros, descontados por uma taxa que reflita o risco do negócio. Essa projeção é feita a partir de séries históricas de dados dos bens intangíveis. Esse é o método considerado mais adequado, embora muitas vezes precise ser associado aos outros.
  • Market Approach: Baseia-se na média de mercado para operações de compra e venda recentes com ativos semelhantes.
  • Cost Approach: É um meio de avaliar negócios que deixaram de gerar fluxo de caixa positivo e  possivelmente serão liquidados ou extintos. Quando há um investidor interessado no ativo, esse método ajuda a avaliar sua viabilidade e quanto precisaria ser investido para que o mesmo volte a gerar lucro. Também pode ser útil para quem está interessado em comprar os ativos da empresa a valor líquido ou de mercado, ou ainda avaliar quanto foi investido ou gasto para que aquele ativo tenha chegado a rentabilidade da atualidade.

Em suma…

Os ativos intangíveis geralmente são avaliados a partir de seu valor de mercado;  a renda que poderá gerar no futuro, ou seu custo para alcançar certa performance. É muito importante considerar ainda que muitas vezes determinado ativo intangível depende de outros para gerar rentabilidade (contributory assets), de modo que isso também e considerado no processo de apuração de seu valor. Dentro de todo o universo de intangíveis, trataremos mais especificamente daqueles para quais a avaliação é mais procurada, isto é, a marca e a carteira de clientes.

a) Valor da Marca

A marca é um dos principais ativos das organizações e é avaliada principalmente a partir de seu potencial de geração de lucro. Os avaliadores lhe atribuem uma taxa de royalty a partir de pesquisas de mercado. Depois projetam os fluxos de caixa futuros previstos para a empresa e descontam essa taxa. Assim é possível reconhecer a representatividade da marca no volume de vendas projetadas e prever o lucro que seus royalties podem gerar no futuro. Finalmente, o avaliador vai aplicar uma taxa de desconto para trazer o valor do lucro dos royalties futuros a valor presente, exatamente como faria na projeção de fluxo de caixa para avaliação de empresas. E, do mesmo modo que no valuation tradicional, essa taxa de desconto aplicada varia conforme o risco do capital.

A avaliação da marca é fundamental em vários casos, como:

b) Valor da Carteira de Clientes

A avaliação da carteira de clientes também é comumente feita por meio do método Fluxo de Caixa Descontado. Logo, projetam-se os fluxos de caixa que a carteira de clientes pode gerar no futuro, para depois trazê-los a valor presente mediante aplicação de taxa de desconto, definida segundo o risco do negócio. Contudo, especialmente para apuração do valor desse tipo de intangível, precisa entrar no cálculo a dedução dos custos de retenção desses clientes e de atração de novos.

Para calcular o custo de retenção, apura-se a porcentagem de permanência ou de perda de clientes em períodos pré-estabelecidos, de um ano, por exemplo. Já a taxa de aquisição de novos clientes corresponde à porcentagem daqueles que chegaram pela primeira vez naquele mesmo período estabelecido para o cálculo de retenção.

A definição das taxas de aquisição e retenção é mais simples em segmentos que estabelecem relação contratual com os clientes. Em outros segmentos, essa mensuração é mais complexa porque o cliente pode mudar de fornecedor a qualquer momento. Mesmo assim há mecanismos para lidar com esse desafio, como por exemplo considerar diferentes taxas de obtenção e retenção de clientes, que expressem cenários mais ou menos otimistas.
Saber o valor da carteira de clientes é importante nos seguintes casos:
  • Quando se está negociando somente a venda ou a compra deste ativo, seja entre sócios ou entre parceiros;
  • Importante também para o PPA (Purchase Price Allocation); 
  • Para analisar ações que poderiam  aumentar o valor desta carteira de clientes e mensurar o custo das mesmas;

De acordo com o que foi apresentado, todo empresário deve se preocupar em conhecer o valor de seus ativos tangíveis e intangíveis, e o valuation pode ser um excelente recurso para isso. Agora você já conhece um pouco mais sobre a a avaliação de ativos, importância e aplicabilidade da avaliação a esses tipos de bens. Sabe mais também sobre algumas de suas especificidades, a saber: avaliação de máquinas, equipamentos, da marca e da carteira de clientes. Então, que tal fazer um orçamento de avaliação conosco ? Fale conosco.

Se quiser saber mais sobre assuntos relacionados a esse texto, também recomendamos:

Avaliação de Empresas (Valuation) – O que é ?

Teste de Impairment: solução para empresas saberem quanto realmente tem de ativos

Qual a diferença entre o EBITDA e o lucro líquido ?

 

Av. Bento Munhoz da Rocha Neto, 632 – 5º andar, sala 502 – Zona 07 – Centro Empresarial Átrium – Maringá – PR

(44) 3029-5309 / 9 9923-4544  Fale conosco   Whatsapp 

Linkedin / Linkedin – Page Company  / Fanpage  /D&R no Youtube  / Whatsapp

This Post Has 0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top